domingo, 10 de fevereiro de 2008

Rankings de Conteúdos Culturais Portugueses na Internet

Com o advento da Web 2.0, todos os agentes culturais se vêm confrontados com um novo desafio: não chega ter presença on-line, mas é ainda necessário fomentar a interactividade, favorecer a comunicação com os utilizadores e promover a partilha de recursos.

No suplemento Digital do Jornal Público de 19 de Janeiro de 2008, foram convidados quatro webdesigners para analisar os sites de museus portugueses: Joana Carravilla (Seara.com) Nuno Frazão (View), Carlos Moreira (ESEC) e Paulo Moreira (VisualWork).

Boa navegabilidade, visita virtual à colecção, design apelativo, loja on line, interacção com os utilizadores, são alguns dos pontos fortes referidos, ou seja, conteúdos sim, mas com coerência e facilmente acessíveis.

No outro lado da questão, destacam os problemas dos sites institucionais limitados, a modelos predefinidos, bem como o símbolo de acessibilidade w3C, nem sempre usado com rigor.

Deixo-lhes aqui, para que possam dizer de vossa justiça, a lista dos Museus, e respectivos sites, ordenados com a classificação atribuída:

8 comentários:

Gi disse...

Só consegui entrar no 3,4 9, 10 e 11 nos outros não. Vou xplorá-los com tempo porque é matéria que me interessa. Devo diser-te que algumas tentativas que fiz e comparando com alguns sites que tenho de Museus no estarngeiro , fiquei francamente decepcionada. Só vendo estes me lembro se algum deles estava nesta lista.

Um beijo e obrigada . Noite feliz.

Ka disse...

Sem dúvida que a internete é O meio de comunicação hoje em dia e a forma de o tornar eficiente é, além de ter um site acessível, intuitivo, organizado, etc...também o mesmo deve fomentar a interactividade, é básico para que haja fidelização das pessoas neste meio de comunicação.


Beijinho

ps - Gostei de ver Serralves em 1º lugar (ou não fosse eu do Porto...hehe)

Teresa Teixeira disse...

Sem dúvida que seria interessante ter um ranking dos sítios web das nossas bibliotecas e arquivos! E porque não dos serviços das próprias bibliotecas e arquivos? Talvez dessa maneira ficassem mais preocupados e começassem a trabalhar melhor! Senão, este conceito de «Web 2.0» que, tal como a moda, vem e vai, sem deixar mudanças nas nossas bibliotecas!

Luís Galego disse...

um ranking de bibliotecas e arquivos

uma proposta bem séria esta...e que tal avançar com uma petição ou algo do género....ajudarei!

Leonor disse...

Gi

vou já tratar de resolver o problema dos links, devo ter copiado mal o endereço. Então depois diz-me o que pensas, logo tu que tens tanta experi~encia de pesquisa

beijinho

Leonor disse...

Ka

sem dúvida, qualquer site hoje em dia, para além de acessível e organizado, tem de fomentar a interactividade: como dizes fideliza as pessoas e, de resto já cá temos alguns muito bem feitos a esse nível.

quanto aos do Porto... pois por acaso também reparei... e não é só serralves... mas é merecido

Leonor disse...

Teresa

Bom já vi que o assunto te interessou. antes assim. Sim, acho a ideia interessante. Alguns dos sites por onde tenho passado já fomentam alguma interactividade, com blogs associados e outros tipos de participação que acho interessante. muito se tem feito, muito se tem de fazer...

Leonor disse...

Luis

Bom, isso é que é ânimo!! petição não sei se é preciso, às vezes basta alguém ter a ideia...