sábado, 24 de maio de 2008

Atenta às notícias de Cannes, um livro interessante sobre duas importantes figuras da nossa cultura: Manoel de Oliveira e Agustina Bessa-Luís



“Há uma cena num filme de Manoel de Oliveira, o Vale Abrãao, em que um desconhecido, num restaurante, lhe oferece um prato de figos. Foi assim que meu pai abordou a jovem Laura, que estava vestida de preto, não por luto, mas por promessa. Casaram e não tiveram muitos meninos, só eu e meu irmão José Artur”

É com esta citação da Autobiografia de Agustina Bessa-Luís que Aniello Ângelo Avella inicia esta ligação entre literatura e cinema, presente nas obras de Agustina Bessa-Luís e Manoel de Oliveira.

Dissecando a escrita de Agustina, descreve-a como “uma espécie de escavação arqueológica dos sentimentos na tentativa de alcançar a origem, o Princípio do mundo, conforme o título de um filme famoso do cineasta.”

“Mas, como poderemos chegar ao mais íntimo do mais profundo da Natureza e da natureza humana, quando as tentativas de incursão se tornam tanto mais difíceis e obscuras quanto mais nos afundamos neste tipo de cousas?” pergunta Manoel de Oliveira referindo-se a Agustina.

O livro, edição da Universidade Federal de Minas Gerais, é bastante feliz nesta ligação a que não são naturalmente alheios nem o cineasta nem a escritora. Definitivamente a ler.

4 comentários:

Renata Cordeiro disse...

Leonor:
Como faço para obter esse livro? Pois amo de paixão tanto Manoel de Oliveira quanto Agustina Bessa-Luís!
Preciso desse livro!
Postei sobre outro filme importante que com certeza vc já viu.
Dá uma passada lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Beijos,beijos,beijos,
Renata

Leonor disse...

Renata

Ah, essa pergunta é mais fácil de fazer p+ara o lado de cá, a edição é vossa: Univ. de Minas Gerais. Deve haver por aí. Eu nunca tinha visto nas livrarias e só encontrei à venda na nossa Biblioteca Nacional, não sei se há mais.

Já linkei nos favoritos, vou procurar o post do filme

beijos

Martha Barbosa disse...

Eu também gostaria de comprar este livro.Manuel de oliveira é adoravel. Um abraço
Fiz postagem nova, apareça por lá.
marthacorreaonline.blogspot.com

Leonor disse...

Martha

Ah, é curioso, livro publicado aí, com comentários daí...

já lá dou um pulo, sempre gosto de ir no seu blog

beijos