domingo, 20 de abril de 2008

O Mosteiro de São Bento da Saúde



No dia 18, sexta feira, o tal Dia Internacional dos Monumentos e Sítios já aqui lembrado, a Casa da Democracia abriu-se, não para declarar que Estava Aberta a Sessão, mas antes para evocar a memória do Mosteiro de São Bento da Saúde: espaços, funções e gentes que primeiro usufruíram deste monumento.


A visita, enquadrada no Tema deste ano: Património Religioso e Espaços Sagrados, foi assim diferente das que a Assembleia da República habitualmente promove, mas não menos interessante, dando a conhecer uma outra história deste monumento.
No final da visita, tempo ainda para a prova de doces conventuais beneditinos, bem como de licor de Singeverga.


Comecei a semana a falar de bolos e eis que a acabo da mesma forma, mesmo não sendo grande doceira. Aqui deixo, portanto, a receita do único bolo que provei, por sinal o meu preferido da pastelaria tradicional portuguesa: o pastel de nata

Pastéis de Nata
(Mosteiro de Arouca)
Deite 3dl de natas num tacho com 150 g de açúcar e 6 gemas.
Deixe ferver mexendo sempre lentamente.
Forre formas com massa folhada estendida muito fina e encha com o doce.

Receita retirada da selecção de doces conventuais beneditinos feita pelo Museu da Assembleia da República e distribuída aos visitantes.

Imagem retiradas do livro O Mosteiro de São Bento da Saúde

2 comentários:

Vicissitude(s) disse...

Boa tarde.
Gostei bastante do seu post referente à; «Guerra colonial, guerra de África ou guerra do ultramar»


Ficarei de olho atento a mais posts seus.

Agradecido.

Leonor disse...

Bom dia

Ainda bem que gostou, volte sempre