quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Vozes



Ontem, de passeio à hora de almoço, dei de caras com a Rua das Gaivotas... que desconhecia aliás e onde não vi uma mísera gaivota... mas mais à frente vi-as sim!!! Noutro espaço que voltou ao nosso convívio: o Terreiro do Paço. E já viram como está bonito???
(enfim, agora é o D. José que está prisioneiro... não se pode ter tudo!!!

2 comentários:

legivel disse...

... um espaço que me traz gratas recordações de criança pois a minha avó descia comigo até à Baixa pombalina e lá me punha eu de papel e lápis de cores a desenhar os barcos no Tejo. Porque era o rio e o movimento fluvial que me despertava a curiosidade, naturalmente que ficava de costas voltadas para a estátua equestre. Daí que ´nos dias de hoje não lhe sinta a falta... de proximidade.

Óptimo fim de semana!

Teté disse...

Espero bem que esteja bonito.

Mas facto é que estas obras em Lisboa torram a paciência a qualquer um. Parece que têm pilhas Duracel...

Isto para não falar do abre buraco, fecha buraco atamancadamente, vem outro e abre novo buraco ao lado e por aí adiante. Na minha rua já vi abrirem e taparem (nem sempre calcetando o pavimento) o mesmo buraco umas três vezes, ora porque foi um cano que rebentou, ou os cabos não sei de quê, ora novas canalizações... Não há pachorra!

Beijoca, Leonor!