terça-feira, 11 de novembro de 2008

Castanhas

E em Dia de São Martinho, nada como umas boas castanhas assadas, para aquecer as mãos, e tirar a barriga de misérias por desde o ano passado não comermos castanhas...
Enquanto isso, lembrar os vendedores de castanhas assadas, nestas imagens retiradas do Arquivo Fotográfico da Câmara Municipal de Lisboa, esse excelente manancial de imagens para a história da cidade.















Aqui fica também uma alternativa às castanhas assadas, a castanhada. É óptimo:))

Castanhada
Ingredientes:
1,500 kg de castanhas
800 grs. a 1 kg de açúcar
1 vagem de baunilha

Confecção:
Coza as castanhas descascadas mas com pele.Despele-as em quente e passe-as pelo passe-vite.À parte, prepare uma calda de açúcar em ponto de pérola usando 1 kg de açúcar para cada quilo de puré de castanha.Depois de misturar a calda no puré de castanha, junte a baunilha e leve-a novamente ao lume, mexendo sempre até fazer estrada.Guarde-as em frascos bem fechados.
Retirado daqui

10 comentários:

Ka disse...

Antes de mais obrigada pela receita qe vou experimentar :) (não sabia que eram cozidas sem casca...acreditas??)

Quanto Às fotografias é giro ver que não houve uma mudança assim tão grande pois os carros parecem quase os mesmos :)

Beijinhosss

legivel disse...

... nem me considero uma má boca no que se refere aos produtos comestíveis. Mas as castanhas... só cozidas e mesmo assim...

O espólio camarário-fotográfico é muito interessante sobretudo para quem nasceu na capital, pois é um mundo de "voltar-atrás-no-tempo".

Nas que editaste, as mais recentes (anos cinquenta) já são do meu tempo de garoto. O mesmo veículo -consoante as estações, servia para vender castanhas, gelados e a "língua da sogra"...

Teté disse...

É engraçado ver que os carritos nem mudam muito, já os chapéus dos vendedores é uma constante... :)

Já comi umas castanhinhas assadas que comprei na rua (o carrito era pouco diferente dos das fotos) e concordo que esse doce deve ser bom. Mas fazer doces não é comigo, muito menos os que levam pontos de açúcar...

Beijocas e bom S. Martinho!

Leonor disse...

Ka

adoro castanhada, apesar de ser muito doce, também é muito bom!!!

Também pensei que os carros tivessem tido mais transformaçºoes, por acaso, mas enfim, suponho que, quando as coisas funcionam, não vale a pena modificá-las...

beijinhos

Leonor disse...

Não gostas de castanhas, legível????
Ia dizer que isso é um erro cultural... mas na verdade, também não gosto de uma série de pratos considerados verdadeiras mostras da nossa grastronomia.
Na verdade, associo sempre as castanhas ao outono, ao aquecer as mãos no papel (é uma memória um bocado idiota, mas tenho-a), à ida para o liceu... portanto a uma época da minha vida mas ainda hoje como

O Arquivo Fotográfico de Lx tem imagens fantásticasd, é mesmo voltar atrás no tempo e espaço..

Leonor disse...

Teté

tb já comi castanhas este amo; mais até do que no ano passado... e não preciso que seja são martinho...

beijos

BlueVelvet disse...

Este ano nem me lembrei que houve S. Martinho, mas gosto tanto de castanhas, de todas as formas, que como desde que aparecem.
A minha última descoberta foi que as posso fazer assadas no micro-ondas.
Não dá trabalho nenhum e ficam uma maravilha.
Excelente reportagem fotográfica.
Beijinhos

Alexandre disse...

Adorava viver na Lisboa destes tempos sem stresses, sem telemóveis e sem a vida a 100 à hora! Que fotos fantásticas!!!

E obrigado pela receita! Vou experimentar...

Leonor disse...

Não sabia que dava para fazer castanhas no micro-ondas, Blue.

Vou experimentar...

beijinho

Leonor disse...

Alexandre

E com tempo para tudo!!! isso para mim é a maior fonte de inveja... somos nós que ocupamos mal o nosso ??? se calhar somos...

beijinhos