sábado, 20 de setembro de 2008

Os documentos, os livros e o marketing


A distância que medeia o tempo em que os Arquivos eram considerados um bem precioso para a instituição, e por isso mesmo fechados num cofre, normalmente com três chaves, distribuidas por três pessoas, ou das Bibliotecas arrumadas em estantes com correntes para que os livros não fossem levados, e o nosso é certamente muita.


A abertura, possibilidade de acesso, empréstimo domiciliário, serviços educativos e novas formas de encarar a profissão e o serviço que se presta não podem, de facto, ser comparáveis nem sequer ao século XIX.
Afinal, não é em vão que vivemos na Sociedade da Informação, e, embora cada vez mais ela seja digital e rompa fronteiras físicas e temporais, nem tudo está disponível on line e nem toda a gente tem possibilidade de aceder a uma ligação à WWW.
No entanto, devo dizer que duas sessões do excelente curso Marketing do Livro, que estou a tirar na Booktailors bastaram para me aperceber que muito pode e deve ainda ser feito. Uma área um pouco descurada na nossa formação, diria eu, mas que poderia operar pequenos milagres nalguns Serviços de Informação cuja estratégia de actuação muitas vezes não encontra eco na procura por parte dos utilizadores.
Aqui fica a notícia.

11 comentários:

Marta disse...

Esse é mais um dos cursos que hei-de frequentar. Pelas suas palavras, presumo que tenha a mesma qualidade dos outros dois que fizemos.

Bjinhos

PS - como vai a terrorista?

Jorge P.G disse...

Informação importante e que prova que nem tudo do que se pensa sabido o está efectivamente.
A actualização é uma palavra de ordem em qiualquer ramo de actividade. Os tempos correm depressa, hoje.

Cumprimentos e um bom domingo.
Jorge P.G.

jasmimdomeuquintal disse...

Vim apenas dizer olá e desejar um feliz domingo.

obrigada pelas visita neste meu período de reclusão.
Até breve!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Leonor:
Vá apreciar o meu post, que é fruto de grande sofrimento, porque o meu irmão está praticamente desenganado pelos médicos.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Não pude ler o sue post porque estou chorando

Alexandre disse...

Adorava fazer um curso desses até porque já estive muitos anos ligados aos arquivos (num jornal), tenho pessoas muito próximas que são arquivistas e ainda tenho um bichinho pelos arquivos e documentação.

Vou ver o calendário dos cursos com atenção. Obrigado!

Um beijinho grande!!! Boa semana e um bom Outono!!!

Leonor disse...

Olá Marta

Tem sim, como seria de esperar. Mas há um em Outubro ou Novembro (agora não me lembro do nome) que abarca as várias profissões do livro; penso que esse é daqueles por onde se deve começar.

A terrorista está de férias:))) (depois conto-lhe)
beijinhos, boa semana

Leonor disse...

Jorge

Sem dúvida, e pensarmos na nossa profissão à luz de outros conceitos e olhar para ela com outros olhos pode ser uma tarefa interessante.
É o que tenho estado a fazer, e tenho gostado bastante

Óptima semana

Leonor disse...

Olá Jasmim, que prazer ver-te por cá:))

volta quando quiseres e puderes

beijinhos

Leonor disse...

Olá Renata

ânimo rapariga, já lá vou
beijinhos

Leonor disse...

Alexandre

Vale sempre a pena saber outros olhares, outras ideias, como disse mais acima ao Jorge.

E o curso é dado por quem sabe da poda, como se costuma dizer: vale muito a pena

beijinhos, boa semana

Antunes Ferreira disse...

Ocorreu no sábado 20 uma verdadeira tragédia lusitana. Dei-me ao destempero de completar 67 tristonos Outonhos. Ou vice versa. Já não tenho, por isso, idade para frequentar cursos... Ou, se o fizesse, voltaria a cabular. De qualquer modo, uma bela iniciativa.
Qjs