terça-feira, 2 de junho de 2009

Certezas

.
.
.

Não nos responde o céu cinzento e opaco
nem o sorriso de pedra e impenetrável dos nichos...
.
.
... só nós sabemos porque vivemos num buraco
encurralados como bichos.

5 comentários:

Roderick disse...

Do qual temos de nos libertar... pelo menos, a alma...

Teté disse...

É um livro de poesia?

Jinhos, Leonor!

josé luís borges de almeida disse...

... é assim por vezes o céu...
mas lembra-te da Mensagem:

«Deus ao mar o perigo e o abismo deu/ mas nele é que espelhou o céu»

mesmo que opaco e cinzento...

e se olhares bem para ele, vais ver que sabes porque NÃO vives encurralada num buraco...

(e um dia destes até já saltas & pulas & lhe tocas)

L.Reis disse...

...nem nós sabemos...(de facto)...

Rui disse...

Não responde o céu cinzento, mas teima em não dar descanso.