segunda-feira, 13 de abril de 2009

Ao vento





Lisboa ainda tem destas coisas... ontem, a caminho do almoço de Páscoa com a família, algures perto da Rua de Artilharia Um, eis que me deparo com dois pares de sapatos ao vento, quiçá a secar...
.
Na verdade, se não fosse o meu irmão a chamar-me a atenção e teria passado por eles sem reparar, mas depois não resisti a registar o momento!
.
Aqui fica:)))

5 comentários:

manzas disse...

Desperto encostado á escura noite
Na velha e dura calçada do relento…
Na cama onde a chuva é açoite,
Agasalho-me com lençóis feitos de vento!

Grato sempre pela
Bem-vinda visita
E comentário!
Uma boa semana,
No abrigo da paz
E do amor!

O eterno abraço…

-MANZAS-

BlueVelvet disse...

Acho que os penduraram ali em sua honra, sabendo que dentro em breve já vai andar calçadinha:)
Beijinhos

Rui disse...

Perco-me nesses momentos de Lisboa. Publiquei até alguns com que me deparo - mas nada parecido com esse, que dá asas à imaginação.

Oliver Pickwick disse...

É por coisas desse tipo que jamais poderemos dizer: já vi de tudo nesta vida.
Um beijo!

Teresa disse...

Que espectáculo!!