quarta-feira, 25 de junho de 2008

Como nomear o desconhecido




«A nossa civilização está decadente, e a nossa língua – segundo este argumento – tem inevitavelmente de partilhar o colapso geral. Segue-se que qualquer luta contra os abusos de linguagem é um arcaísmo sentimental, tal como preferir velas à luz eléctrica ou cabriolés a aviões»

As palavras são de George Orwell, no seu ensaio A Política a e Língua Inglesa, publicado originalmente em 1946, mas cuja leitura me pareceu de algum modo actual.

Como falar sobre palavras sem significado, para as quais «(…) a pessoa que as usa tem a sua própria definição privada (…).»

Em dia de São Guilherme, esta leitura (mais do que abusiva do contexto original) fez-me lembrar outras palavras que usamos para realidades que não conhecemos. Como os Marcianos de outro Guilherme, por exemplo.

Enfim, devaneios linguísticos.

Aqui deixo a capa do livro do Orwell: vale a pena.

11 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Leonor, não ocnsigo enxergar nada no seu blog com aquele fundo escuro e a letra azul-marinho, por isso vc não sabia da minha operação. É no tato que descubro. Estou no hospital, não foi preciso tirar o útero, apenas uma glândula cancerígena que a princípio era um quisto. Agora, é esperara biópsia para ver se outras áreas foram atingidas. Na sexta saio. Estou com as pernas amarradas, pois não posso virar de lado e tenho dor, às suportável, ás vezes,intensa, mas não reclamo muito porque prefiro tomar analgésico à morfina. Vc visitou o meu retrato? Ah, por favor, visite-o. Está acima do post que vc leu. Foi feito por um amigo da blogosfera que mora na França. Lá tem o endereço dele, depois o visite e ponha um comments no meu retrato, mas tem de ser no meu, pra ele não tirar, temos algo e ele tem medo, não sei se me entende. Mas estou bem e tenho de fazer tudo sozinha. Ainda bem que trouxe o Lap Top, senão enlouqueceria. Só não dá para fazer resenhas.
Beijos e me prometa que vai ver meu retrato,
Renata

Luís Galego disse...

se a Leonor o diz, passa a ser uma prioridade, tanto mais que o autor tambem é desde já uma garantia...

um abraço

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

É amiga leonor devaneios linguisticos é tudo de bom o problemas são os devaneios políticos,nossa como são.Sempre leio seu blog com muita atença, aqui entendo coisa que juro, não sabia ou não queria saber.adoro isso!beijos

Poesia! disse...

Boa noite!
neste sarau amplificado, proclame poesia!
este é um espaço livre para a arte que produz, gostas, ou quer dvulgar!
Vimos arte em seu blog!
Contamos com seu apoio!
Divulgue e frequente o espaço!aguardo retorno.
Abraços!
silas
ofogoandacomigo@yahoo.com.br
thefirewalkswithme.blogspot.com

legivel disse...

... e de facto, pelo parágrafo citado, a actualidade mantém-se.
Orwell um autor para ler com atenção, na voragem dos tempos.

Óptimo fim de semana!

Antunes Ferreira disse...

Duas notas:
1) Orwell
Sou, incondicionalmente, um admirador desse escritor sempre actual. E sempre incómodo, ainda bem. Olhem: faz-me, agora, lembrar um hacôurdo hortugráphiko que... Uma vez mais, obrigado querida Leonor.

2) Renata
Vai tudo correr bem, minha querida. A vida é imprevisível, é dura, é maldosa. Mas, vais superar tudo isso. Tenho exemplos bem próximos - e a nossa Leonor pode pronunciar-se. Ela venceu. Renata: tu também vencerás. Um queijão.

... E prometo visitar o retrato de Vossa Insolência. Até Já.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Leonor, tateando consegui achar os comentários. Já estou em casa, esperando o resultado da biópsia e fiz um post a todos vocês.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Não precisa ler a úlima cena, é opcional.
Um beijo com carinho da Rê

Teté disse...

De Orwell li apenas os dois livros mais conhecidos: "1984" e "O Triunfo dos Porcos". Sou fã incondicional!

Mais uma boa sugestão, Leonor!

Jinhos!

Leonor disse...

Renata

já lhe respondi no seu, já por lá vou para saber como passou o dia de hoje

beijinhos

Leonor disse...

Luis

vale a pena mesmo, é um livro curiosissimo e estranhamento actual nalguns assuntos...
depois me dirá

bom fim de semana

Leonor disse...

Martha

muito obrigada pelo cumprimento, mas podemos trocar, porwque sabe que também aprendo sempre que vou ao seu...
Os dias deviam ter 32 horas ou nós só deviamos precisar de dormi 4...não dá tempo para tanta coisa...

beijos, bom fim de semana