sexta-feira, 12 de março de 2010

Pairando


Ás vezes as madrugadas trazem destas imagens: conjuntos de pombos aguardando serenamente o aparecimento e desenrolar do dia.
.
(E nós cá em baixo a cronometrar os minutos para sair de casa, apanhar trânsito ou não, um cafézinho antes de começar a trabalhar...)

1 comentário:

Teresa Teixeira disse...

Ah onde é que tu andaste nesta noite que depois se fez madrugada? eheheh